com a ascensão das mídias sociais veio a explosão completa do streetwear. De fato, as plataformas sociais forneceram um espaço para os indivíduos levarem a auto-expressão a outro nível. No entanto, a moda sempre foi sobre personalidade. E à medida que os indivíduos fazem História, refletir suas identidades em constante mudança também significa refletir a história. As roupas são como janelas em pontos específicos no tempo. Evidentemente, a moda reflete mudanças sociais.Certamente, a moda é uma lente através da qual se pode estudar a transformação dos valores culturais. Mas o que exatamente os padrões de moda atuais dizem sobre os princípios sociais dominantes? O que eles dizem sobre o futuro?No dia 20 de Maio, o fundador da FASHINNOVATION, Marcelo Guimarães, moderou um dos painéis da Powwow Fashion Tech Week Itália. Guimarães recebeu Oskar Metsavaht, Fundador da Osklen, Elle B. Mambetov, fundador & designer da Elle B. Zhou, e Burak Cakmak, fundador do grupo de Moda Digital. Os palestrantes discutiram as mudanças na moda e como a indústria pode parecer no futuro.Como Metsavaht afirmou, “moda, arte, cinema e outras formas humanas de expressão são protagonistas importantes na mudança do comportamento da sociedade”. Portanto, tentar entender a moda é tentar entender o pensamento contemporâneo. Continue lendo para saber como a moda de hoje reflete o quão longe chegamos!

a moda reflete mudanças sociais: a conexão entre a indústria e a sociedade

a mudança Social significa uma revisão proeminente nos padrões de comportamento e valores culturais. Ao longo da história, é possível ver como a moda muda de acordo com o momento social e político atual. O que se vê nas coleções de marcas e desfiles de moda, é um reflexo do que está acontecendo na vida real, fora das passarelas. Um exemplo é como o minimalismo surgiu. Surgiu como um movimento artístico do século XX que questionava o consumismo. Esse tipo de pensamento ganhou expressão e adotantes. Logo, suas referências apareceram na indústria da moda. Certamente, a moda não é simplesmente a criação de designers. É uma imagem cheia de referências e ideias que ecoa o contexto de uma época. Espelha diferentes aspectos, como imagem, Política, padrões de beleza e inovações tecnológicas, moda de rua. A relação entre moda e sociedade é uma via de mão dupla. De modo que um é diretamente influenciado pelo outro e vice-versa.Como os painelistas discutiram no evento POWWOW, a moda pode ser considerada como uma camada cultural de nossa própria pele. Se “a beleza era apenas para alguns no passado”, como Elle B. Zhou afirmou: “agora as discussões estão acontecendo sobre como é importante que a moda, a beleza e tudo ao seu redor se tornem para todos”.

5 mudanças sociais que refletem na moda

para mudar o comportamento da sociedade, é importante promover a conscientização. Faça com que todos entendam por que essas transformações são importantes.

a indústria da moda está enfrentando uma era nunca vista antes. A sociedade está reorganizando seus valores, colocando as minorias e o meio ambiente sob os holofotes. Os consumidores exigem transparência, diversidade, consciência ecológica e representatividade. Consequentemente, a indústria da moda começou a abraçar esses pilares e repensar seus modos de produção.

Confira 5 Fragmentos de evidências de que a moda está caminhando junto com as mudanças sociais!

T-shirt sustentável com flores
o estilo de vida sustentável está ficando mais se adapta. Foto: Anna Sullivan / Unsplash

Eco-friendly e Eco-consciente é o novo preto

Fast fashion é uma indústria maciça que cria 15 milhões de toneladas de resíduos têxteis a cada ano. Pesquisas mostram que essa produção não pode mais ser tolerada. Parte da sociedade começou a entender a importância da adoção de práticas sustentáveis. Portanto, a demanda está se espalhando por todas as cadeias de produção. Em outras palavras, lentamente, a sociedade como um todo está percebendo essa realidade e adotando práticas sustentáveis em sua vida cotidiana.

o mercado está mudando completamente. A moda está refletindo essas mudanças sociais. Novas marcas, com práticas criativas e ecológicas, estão encontrando seu caminho para o sucesso. Eles não apenas procuram a saúde do planeta, mas também estão preocupados com as condições de seus trabalhadores e pagando salários justos.

O Futuro e a Indústria da Moda São do sexo Feminino

o Feminismo está a trabalhar para a equidade em todas as esferas da sociedade, incluindo a indústria da moda. Imagem: Mika Baumeister / Unsplash

o feminismo surgiu pouco a pouco e a primeira manifestação foi feita pelas Sufragistas, no final do século XVIII. Com o tempo, as demandas das mulheres começaram a embarcar em outras questões, como remuneração justa, oportunidades equitativas de emprego, educação, direito à liberdade, respeito, segurança e assim por diante. Claro, a moda refletia tudo, de roupas a acessórios. O mundo da moda é conhecido por ter oprimido e privado muitas mulheres de suas regras ditatoriais presentes nos editoriais de marcas influentes no mercado, sendo um obstáculo evidente em sua busca pela liberdade. Por outro lado, esse universo já conseguiu ser um grande aliado do público feminino e de suas lutas pela igualdade de gênero.

adestramento como espartilhos, vestidos justos, saltos que doem, de certa forma, é um reflexo de como a sociedade machista impõe certos padrões mesmo nas ruas que as mulheres devem usar. O feminismo, portanto, chegou a quebrar esses padrões e, pouco a pouco, as mulheres estão mostrando que têm o direito de se expressar e de serem livres em todos os aspectos, inclusive em seus modos de vestir.

programas de Tv como Rupaul’s Drag Race mostram o poder das drag queens quando se trata de moda. Foto: Alejandro Cartagena/ Unsplash

Talvez o Orgulho Win

Quando falamos de expressões artísticas, o LGBTQIA + movimento foi a força motriz por trás da teoria queer, uma das áreas de estudo dos marginalizados art. Ela dialoga com questões sobre o Significado de gênero, identidade sexual e as consequências sociais que essas questões geram.Além dos estudos culturais, a teoria queer também é amplamente estudada em sociologia, psicologia, antropologia, Educação, Filosofia e Artes. O movimento LGBTQIA + está influenciando e desenvolvendo filmes, séries, música e muito mais. Eles estão conquistando sua parte na indústria.

a influência da comunidade LGBTQIA + é indiscutível, afinal, eles impulsionaram muitas tendências de sucesso e mainstream. Exemplos são artistas como Madonna, RuPaul, Lady Gaga e outros associados à cultura pop – que é consumida principalmente por esse público.

a ideia de representar essas minorias está se intensificando. Cada vez mais, o conteúdo é produzido com base no movimento LGBTQIA + e na teoria queer. A moda sem gênero está crescendo e a representação e o respeito pela comunidade estão aumentando, e a moda não poderia deixar de refletir tudo isso.

Mulheres capacitadas que aceitaram e aprenderam a se amar, estão mostrando que para ter um corpo de praia, você só precisa de um corpo e ir à praia. Foto: Unsplash

Rainhas e Reis de Todos os Tamanhos

O Corpo Positiva – que também faz parte da quarta onda do feminismo veio para ficar. O movimento está mostrando que não importa o tamanho que você é, é o seu direito de se sentir bonito e elegante.

as marcas começaram a mudar para pessoas que usam mais de 18 anos. Abraçando-os em coleções e campanhas. Está se normalizando para encontrar lojas com uma gama mais ampla de tamanhos. Estrias e celulite não são mais chamadas de feias. A beleza não está mais sendo definida como um padrão, mas como liberdade. Infelizmente, nem todas as marcas têm essa mentalidade ainda. Mas as pessoas Plus size estão mostrando que gostam de moda e querem comprar roupas elegantes. Marcas que já estão fazendo isso, muito à frente daquelas que você afirma ser inclusivas, mas têm apenas até o tamanho 16.

Inclusão Racial

os Negros estão sendo mais representada em campanhas nos últimos anos. Foto: Dami Adebayo / foto

há muito tempo, a indústria não representa diferentes tons de pele em seus produtos e campanhas. Havia um padrão de beleza que definia pessoas brancas e magras como bonitas e a indústria só se preocupava com isso.Depois de muita luta com os movimentos raciais, a sociedade está lentamente começando a aceitar pessoas que diferem dos padrões de beleza. Ainda há um longo caminho a percorrer, mas o futuro foi positivo a esse respeito. As marcas de cosméticos apresentam uma maior variedade de tons de maquiagem e produtos para o cabelo. Asiáticos e negros estão aparecendo em anúncios e desfiles de moda cada vez mais. A diversidade tornou-se um símbolo de riqueza.A moda é um reflexo do comportamento da nossa sociedade. Se estamos avançando em certos tópicos sociais, isso significa que a indústria da moda em breve os apresentará. É por isso que é tão importante trazê-los à atenção e manter essa conversa avançando. Mas, este é apenas o começo. Mesmo com todo esse progresso em torno da inclusão na moda, ainda há um longo caminho difícil pela frente.

confira nosso artigo sobre representatividade na moda para deficientes.

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado.